Presidente da Comissão Nobel defende prêmio a Obama

O presidente da Comissão Nobel norueguesa, Thorbjoern Jagland, defendeu em discurso proferido hoje a concessão do Prêmio Nobel da Paz ao presidente dos Estados Unidos, Barack Obama. De acordo com ele, o líder norte-americano aproveitou as oportunidades surgidas para defender suas ideias.

AE, Agencia Estado

10 de dezembro de 2009 | 11h25

"Muitos argumentaram que o prêmio veio cedo demais", disse Jagland na abertura da cerimônia realizada hoje no Paço Municipal de Oslo. "É agora, hoje, que temos a oportunidade de apoiar as ideias do presidente Obama. O prêmio deste ano é na verdade um chamado a todos nós para que passemos à ação", declarou.

Numa decisão inesperada anunciada em 9 de outubro, Obama foi escolhido Nobel da Paz meses antes de completar seu primeiro ano como presidente dos Estados Unidos, o que levou a críticas sobre os critérios para a escolha. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Nobel da PazObama

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.