Presidente da França faz visita surpresa ao Afeganistão

O presidente da França, François Hollande, chegou hoje a Cabul em uma visita não anunciada para conversar com soldados franceses. Na campanha eleitoral, ele prometeu retirá-los do Afeganistão, país devastado pela guerra desde 2001, até o final do ano. Esta é a primeira visita de Hollande ao país asiático desde que tomou posse no início do mês. Ele foi acompanhado dos ministros da Defesa e das Relações Exteriores, Jean-Yves Le Drian e Laurent Fabius, respectivamente.

Agência Estado

25 Maio 2012 | 02h53

O chefe de Estado francês chegou ao aeroporto de Cabul por volta das 8h30 (1h no horário de Brasília), em visita prevista para durar apenas algumas horas. No encontro do G-8, em Camp David, Hollande disse ao presidente dos EUA, Barack Obama, e depois deixou bem claro na reunião de cúpula da Otan, em Chicago, que não iria renegar a promessa de campanha de repatriar as tropas francesas um ano antes do planejado.

Assessores disseram que Hollande foi ao Afeganistão para "explicar" aos soldados por que ele decidiu apressar a saída da guerra. Há atualmente 3.350 soldados franceses no Afeganistão. Desde o final de 2001, quando as tropas lideradas pelos EUA invadiram o país para derrubar o regime taleban, 83 militares franceses morreram. As informações são da Dow Jones.

Mais conteúdo sobre:
França Hollande Afeganistão visita

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.