Presidente da França vai receber líder rebelde líbio

O presidente da França, Nicolas Sarkozy, vai se reunir amanhã em Paris com um importante líder rebelde líbio, Mahmoud Jibril, para discutir o conflito e as perspectivas para a transição, informou a presidência francesa.

AE, Agência Estado

13 de maio de 2011 | 16h52

Sarkozy vai se encontrar com Jibril, primeiro-ministro do Conselho Nacional de Transição, às 15h30 (horário local, 10h30 em Brasília), no palácio do Eliseu, diz um comunicado da presidência. "A reunião será concentrada na situação na Líbia e no processo de transição democrática", diz o texto.

A França é uma das poucas potências a reconhecer formalmente o conselho como representante legítimo da Líbia. O país tem participado, junto com outras forças internacionais sob o comando da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), de ataques aéreos contra instalações estratégicas do ditador Muamar Kadafi.

Mensagem

Respondendo aos rumores de que estaria ferido, Kadafi disse, em mensagem de áudio transmitida pela televisão estatal, que as bombas da Otan não podem atingi-lo. "Eu quero dizer a vocês que seus bombardeios não vão me atingir, porque milhões de líbios me têm em seus corações". Ele também agradeceu aos chefes de Estado que têm perguntado sobre seu estado de saúde, após um ataque da Otan na quinta-feira. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
LíbiaataquesFrançarebeldes

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.