Presidente da Geórgia aprova nova etapa de cessar-fogo

O presidente da Geórgia, Mikhail Saakashvili, deu apoio na noite de hoje para a expansão do plano de cessar-fogo entre seu país e a Rússia, patrocinado pelo presidente da França, Nicolas Sarkozy. O plano prevê a retirada das tropas russas que ainda estão na Geórgia após a chegada de 200 monitores de paz da União Européia. Os monitores começarão a chegar à Geórgia em 1º de outubro.A nova etapa do cessar-fogo foi anunciada hoje mais cedo pelo presidente da Rússia, Dmitry Medvedev, e por Sarkozy, em Moscou. Em seguida, Sarkozy viajou a Tbilisi. Após a chegada dos monitores europeus, as tropas russas se retirarão, até 11 de outubro, às linhas que ocupavam antes que a guerra irrompesse em 7 de agosto.Sarkozy disse que a União Européia vigiará de perto se os russos retirarão totalmente as tropas da Geórgia até o prazo estipulado. "Nós estamos avançando passo a passo", disse o presidente francês em Tbilisi. Apesar de ter concordado com a nova etapa, Saakashvili voltou a dizer que as províncias separatistas da Ossétia do Sul e da Abkházia são partes "inseparáveis" da Geórgia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.