Presidente da Geórgia convoca novas eleições parlamentares

Oposição georgiana, que reúne 8 partidos, ainda não reconhece resultados do pleito presidencial de janeiro

Efe,

21 de março de 2008 | 18h27

O presidente da Geórgia, Mikhail Saakashvili, convocou nesta sexta-feira, 21, eleições parlamentares para 21 de maio, enquanto o Parlamento do país introduziu várias emendas à legislação eleitoral para satisfazer às demandas da oposição. Veja também:Deputados russos pedem reconhecimento de separatistas da Geórgia A maioria dos georgianos se pronunciou a favor da realização do pleito legislativo durante plebiscito convocado com essa finalidade em 5 de janeiro, por ocasião das eleições presidenciais nas quais Saakashvili obteve a reeleição. Apesar da aprovação das emendas, o Legislativo se negou a adotar um sistema paritário para definir a composição da comissão eleitoral ou a eleição de deputados por meio do sistema proporcional. A oposição exigia que através do sistema majoritário fossem reeleitos somente 50 deputados, pois considera que as autoridades teriam vantagem por controlar os Governos locais e poder mobilizar o chamado "recurso administrativo." No dia 12 de março, o Parlamento também reduziu de 7% para 5% a barreira mínima para que os partidos cheguem ao arco parlamentar e de cinco para quatro anos a duração da legislatura. Mesmo assim, o Conselho Nacional da Oposição georgiana, que reúne oito partidos, segue sem reconhecer os resultados do pleito presidencial de janeiro passado. No último domingo, milhares de pessoas se manifestaram em Tbilisi para reivindicar uma nova apuração dos votos, ao considerarem que a votação foi fraudulenta e pedirem a renúncia da presidente do Legislativo, Nino Burdzhanadze. Em novembro passado, Tbilisi foi palco de grandes manifestações da oposição, após as quais Saakashvili decretou estado de exceção no país e convocou eleições presidenciais de forma antecipada. 

Tudo o que sabemos sobre:
Geórgiaeleições

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.