Celso Junior/Estadão
Celso Junior/Estadão

Presidente da Guiné Equatorial cassa todos os juízes do Supremo

O decreto assinado pelo presidente dissolve o Poder Judiciário por 'conveniência de melhor serviço' e 'em uso das faculdades que a Lei Fundamental do Estado' confere a ele

O Estado de S.Paulo

25 de maio de 2015 | 21h00

O presidente da Guiné Equatorial, Teodoro Obiang, decretou a cassação de todos os juízes do Supremo Tribunal, informou nesta segunda-feira, 25, a secretaria de informação e imprensa.

O decreto assinado pelo presidente dessa antiga colônia espanhola na África Subsaariana não deu explicação alguma para Obiang, no poder desde agosto de 1979, tomar essa decisão.

O decreto de Obiang diz que, "por conveniência de melhor serviço e em uso das faculdades que a Lei Fundamental do Estado me confere, venho dispor da dissolução total do Poder Judiciário".

Obiang destituiu todos os juízes do Tribunal Supremo quase um mês após ter reformulado todo o gabinete do governo, três anos depois das eleições para a Câmara dos Deputados, o Senado e as municipais, nas quais seu partido, Democrático da Guiné Equatorial, e sua coalizão de dez legendas ganharam com maioria esmagadora. / EFE

Tudo o que sabemos sobre:
Guiné EquatorialTeodoro Obiang

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.