Presidente da Indonésia nomeia gabinete

O presidente da Indonésia, Joko Widodo, nomeou 34 membros de seu gabinete neste domingo. A formação do governo teve como base a escolha de tecnocratas.

AE, Estadão Conteúdo

26 de outubro de 2014 | 13h09

Após assumir o cargo na segunda-feira, o presidente ofereceu o Ministério das Finanças para Bambang Brodjonegoro, um vice-ministro das Finanças no governo passado, e a posição de ministro de Coordenação da Economia ficou para o ex-ministro de empresas estatais Sofyan Djalil.

Djalil irá supervisionar os ministérios de finanças, comércio, indústria e empresas estatais.

O ministério de energia, que é responsável por bilhões de dólares em investimentos estrangeiros a cada ano, foi para a Sudirman Said, um ex-secretário corporativo da empresa de petróleo e gás estatal Pertamina. O dirigente também é conhecido por ser um ativista anticorrupção. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
indonésiapolítica

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.