Presidente da Islândia desiste de reeleição

O presidente da Islândia, Olafur Ragnar Grimsson, no cargo desde 1996, anunciou que não vai tentar a reeleição para o quinto mandato no final deste ano. "Quando as tarefas de um chefe de estado não me forem mais incumbidas, estarei livre para me ater aos ideais e aos assuntos que me importam", afirmou, durante um discurso televisionado.

AE, Agência Estado

01 de janeiro de 2012 | 19h11

Grimsson, de 68 anos, disse querer passar mais tempo com a família e poder agir política e socialmente de formas que seriam impossíveis para um presidente. Após a implosão do setor financeiro da Islândia em outubro de 2008, foi ele quem vetou dois acordos segundo os quais os contribuintes islandeses deveriam compensar o Reino Unido e a Holanda por terem garantido os depósitos do banco de poupança Icesave.

Ambas as propostas foram aprovadas pelo parlamento da Islândia, mas o presidente exigiu que elas passassem pelo crivo da população por meio de referendos. Os islandeses rejeitaram as propostas. Segundo analistas, ainda não há candidatos óbvios para a sucessão de Grímsson. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
IslândiaeleiçõesGrimsson

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.