Halldor KOLBEINS / AFP
Halldor KOLBEINS / AFP

Presidente da Islândia é reeleito com mais de 90% dos votos

Gudni Johannesson terá direito a mais quatro anos de mandato na ilha nórdica

Redação, O Estado de S.Paulo

28 de junho de 2020 | 13h10

O presidente islandês, Gudni Johannesson, foi reeleito com uma vitória esmagadora na eleição realizada no sábado, 27, com mais de 92% dos votos. Os resultados foram divulgados no domingo. 

O ex-professor universitário de história obteve 92,2% dos 168.821 votos apurados, contra 7,8% do candidato populista de direita, Gudmundur Franklin Jonsson. A participação, de 66,9%, foi inferior à registrada ano de 2016 (75,7%), ano da primeira eleição de Johannesson. 

O resultado confirma as previsões das pesquisas das últimas semanas que davam ao presidente em final de mandato uma ampla vitória. Foi o segundo resultado mais alto em uma eleição presidencial na Islândia. Em entrevista à AFP no sábado à noite, Johannesson anunciou que manterá a mesma linha de mandato.

"Para mim, o resultado dessa eleição é uma prova de que meus concidadãos aprovaram minha concepção do cargo. E me deram um mandato para continuar a exercer meu papel da mesma maneira que nos últimos quatro anos", afirmou. / AFP

Tudo o que sabemos sobre:
Islândia [Europa]

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.