Presidente da Letônia pede dissolução do parlamento

O presidente da Letônia, Valdis Zatlers, pediu hoje a dissolução do parlamento do país, depois que os legisladores impediram a investigação de corrupção de um proeminente político. Um referendo deverá ocorrer nos próximos meses para que seja decidida a dissolução do atual parlamento e a realização de novas eleições.

AE, Agência Estado

28 de maio de 2011 | 18h52

A atitude de Zatlers pode levar a uma crise política na Letônia, já afetada por uma recessão que forçou o país a procurar uma ajuda internacional de 7,5 bilhões de euros. Uma eleição presidencial deve ocorrer na próxima semana no parlamento da Letônia e Zatlers disse acreditar que suas chances de reeleição podem ser afetadas. Mas, em discurso para a população, ele afirmou que é sua obrigação acabar com as práticas corruptas que minaram a confiança nos políticos locais. As informações são da Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.