AP Photo/Olamikan Gbemiga
AP Photo/Olamikan Gbemiga

Presidente da Nigéria nega ter morrido e sido substituído por sósia

Buhari, que concorrerá à reeleição em fevereiro, passou cinco meses no Reino Unido no ano passado em tratamento para uma doença que não foi divulgada

O Estado de S.Paulo

03 Dezembro 2018 | 15h15

ABUJA- O presidente da Nigéria, Muhammadu Buhari, negou no domingo alegações de que ele morreu e foi substituído por um sósia, rompendo o silêncio sobre um rumor que tem circulado em redes sociais há meses.

Buhari, que concorrerá à reeleição em fevereiro, passou cinco meses no Reino Unido no ano passado em tratamento para uma doença que não foi divulgada. Uma teoria amplamente divulgada em redes sociais - e por alguns adversários políticos - foi que ele teria sido substituído por um sósia do Sudão chamado Jubril.

Nenhuma evidência foi apresentada, mas vídeos que fazem a alegação tiveram milhares de visualizações no Youtube e no Facebook.

“Sou eu de verdade, eu garanto. Eu logo comemorarei meu aniversário de 76 anos e estarei forte”, disse Buhari a nigerianos em uma sessão de Congresso na Polônia, onde participou de uma conferência, quando questionado sobre Jubril.

“Muitas pessoas esperavam que eu morresse durante a minha saúde fragilizada”, disse ele, acrescentando que aqueles que espalharam esses rumores eram “ignorantes e irreligiosos”. / REUTERS 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.