OLATUNJI OMIRIN / AFP
OLATUNJI OMIRIN / AFP

Presidente da Nigéria visita zona atacada por Boko Haram

Goodluck Johnathan, que concorre à reeleição em fevereiro, não visita o local desde que foi declarado o estado de emergência, em maio de 2014

O Estado de S. Paulo

15 de janeiro de 2015 | 18h50

BORNO - O presidente da Nigéria, Goodluck Jonathan, visitou nesta quinta-feira, 15, a região de Borno, onde o grupo extremista islâmico Boko Haram faz uma campanha por terra que já destruiu 3,7 mil casas e outras estruturas, de acordo com imagens feitas por satélite divulgadas pelas organizações não governamentais (ONGs) Anistia Internacional (AI) e Human Rights Watch (HRW).

De acordo com o gabinete do presidente, ele fez uma visita surpresa à área e se encontrou com tropas e refugiados vindos de Baga, onde a milícia conquistou uma base militar e atacou civis. Johnathan, que concorre à reeleição em fevereiro, não visita o local desde que foi declarado o estado de emergência, em maio de 2014.

Imagens de satélites feitas entre 3 e 7 de janeiro mostram os extremistas tomando a base de Baga para, em seguida, matar centenas de civis, de acordo com testemunhas. Estimativas de grupos de direitos humanos falam em até 2 mil mortes. / ASSOCIATED PRESS

Tudo o que sabemos sobre:
NigériaBoko HaramGoodluck Jonathan

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.