Presidente da Toyota vai em audiência no Congresso dos EUA

Executivo da montadora, que pretendia não ir ao legislativo norte-americano, mudou de ideia após convite

Efe,

19 de fevereiro de 2010 | 05h48

O presidente da Toyota, Akio Toyoda, garantiu que vai responder "com total sinceridade" às perguntas da audiência da próxima quarta-feira no Congresso dos EUA, quando vai falar sobre os problemas que obrigaram a realizar recalls de milhões de seus veículos.

 

Toyoda tinha afirmado nesta mesma semana que não iria ao Congresso, e o chefe de vendas nos EUA compareceria em seu lugar. Entretanto, mudou de ideia nesta sexta-feira, 19, após receber um convite formal do titular do Comitê de Supervisão e Reforma Governamental da câmara baixa americana, Ed Towns.

 

Na audiência do dia 24, o Congresso americano examinará problemas de segurança em veículos da Toyota e a resposta do Governo federal ao recall de milhões de unidades.

 

Em seu convite, Towns destacou a "crescente confusão" do público americano sobre a segurança dos veículos da Toyota, já que muitas pessoas não sabem o que fazer quando surge um problema. Por isso, insistiu para que Toyoda comparecesse para esclarecer a situação.

 

Está previsto que, nessa mesma audiência, também prestem depoimentos o presidente da Toyota Motor na América do Norte, Yoshimi Inaba, e o secretário de Transporte dos EUA, Ray LaHood.

 

Desde o final de novembro, a Toyota realizou inspeções em aproximadamente 8 milhões de carros, especialmente nos EUA e Europa,por problemas no acelerador.

 

A este número se somaram, na semana passada, outras 437 mil unidades de quatro modelos híbridos por problemas relacionados com o software que, em terrenos com pouca aderência, podiam ocasionar atrasos no sistema de freios.

 

A decisão de Toyoda de comparecer à audiência em Washington foi aplaudida pelo ministro de Transportes do Japão, Seiji Maehara, que destacou que a empresa, líder mundial do setor automotivo, deve "assumir sua responsabilidade" e explicar a situação de seus veículos.

 

Tudo o que sabemos sobre:
ToyotaEUAaudiênciaCongresso

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.