Presidente da Ucrânia pede fim de protetos para conter crise

O presidente da Ucrânia, Leonid Kuchma, pediu neste domingo aos políticos da oposição para encerrar o bloqueio a prédios públicos e para participar de negociações. Os prédios estão cercados por manifestantes que protestam contra supostas fraudes na eleição ocorrida há uma semana. Kuchma disse que a medida era necessário para encerrar a crise política no país. Mas o candidato da oposição, Viktor Yushchenko, que diz ter sido roubado nas urnas, pede às pessoas que permaneçam nas ruas.É esperado que sejam retomadas hoje as negociações entre representantes de Yuschenko e do candidato vitorioso - o primeiro-ministro Viktor Yanukovych.No sábado, o Parlamento declarou a eleição inválida. Yuschenko exige uma nova votação e milhares de manifestantes o apóiam nas ruas de Kiev.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.