Presidente da Ucrânia pede referendo constitucional

O presidente da Ucrânia, Viktor Yushchenko, pediu a realização de um referendo nacional sobre reformas constitucionais que ampliariam de forma significativa os poderes do Parlamento, reduzindo o poder presidencial. Falando na televisão, o presidente disse que as mudanças implementadas depois dos protestos populares que o levaram ao poder, há um ano, "não se fizeram conhecer pela nação, e a nação não tomou parte na discussão da essência dessas mudanças"."Se essas mudanças são tão boas, por que foram aprovadas de forma tão secreta?", questionou. Yushchenko já havia dito antes que preferiria que o tema fosse a referendo, mas disse que sua posição torna-se oficial com o pronunciamento de hoje. As mudanças dão ao Parlamento o poder de aprovar e demitir o governo, uma prerrogativa que antes cabia ao presidente.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.