Presidente das Filipinas pede: parem de me beijar

Irritada com o assédio dos beijoqueiros, a presidente das Filipinas, Gloria Macapagal Arroyo, avisou seus fãs e correligionários do sexo masculino que, para evitar constrangimentos, devem parar de tentar beijá-la. ?Primeiro, mostrem algum respeito. Segundo, sou conservadora. Não desejo ser beijada por nenhum homem além de meu marido?, disse ela na câmara de vereadores de uma cidade da província de Laguna.Arroyo freqüentemente é beijada em ambas as faces por admiradores, numa prática local conhecida como ?beso-beso? (beijo-beijo). ?Por favor, todos os homens do país, não quero ser grosseira com vocês, portanto não tentem me beijar?, disse.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.