Presidente de Cuba diz que Copenhague fracassou

O presidente de Cuba, Raúl Castro, declarou que a conferência global sobre o clima fracassou, antes mesmo do evento entrar em sua fase mais importante. Em discurso na abertura da cúpula da Alternativa Bolivariana para os Povos da América (Alba), ele disse neste domingo que embora a conferência em Copenhague tivesse como meta produzir "passos concretos e confiáveis para confrontar os efeitos da mudança climática, nós sabemos que não haverá acordo".

AE, Agencia Estado

13 de dezembro de 2009 | 19h49

Segundo Castro, ao contrário, o mundo "pode apenas esperar por um pronunciamento político". Ele disse que os líderes dos nove países que integram a Alba devem eles mesmos "planejar a própria posição comum sobre esse assunto decisivo para o futuro da humanidade". O presidente cubano também pediu a unidade regional frente à crise econômica, ao dizer que "muitos declararam, com otimismo injustificado, o final da recessão". As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
climaconferênciaCopenhague

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.