Presidente de Israel pede a renúncia de Assad

Shimon Peres elogiou iniciativa da população da Síria de ir às ruas e lutar por democracia

Agência Estado

26 de julho de 2011 | 12h30

Peres disse que Israel pode chegar à paz com os palestinos em setembro

 

JERUSALÉM - O presidente de Israel, Shimon Peres, pediu nesta terça-feira, 26, ao presidente da Síria, Bashar Assad, que renuncie. Peres dirigiu a mensagem ao mundo árabe na sua primeira coletiva de imprensa para a mídia árabe. Ele também demonstrou respeito pelos manifestantes sírios, os quais, segundo ele, "estão lutando pela paz e querem viver como seres humanos".

 

Sobre o processo de paz, Peres disse que Israel está "mais próximo do que nunca" da paz com os palestinos e insistiu que as diferenças entre as duas partes poderão ser resolvidas até setembro, quando os palestinos afirmam que buscarão uma votação para reconhecer o seu Estado na Organização das Nações Unidas (ONU).

 

O processo de paz foi interrompido em 2008, devido a questões como a demarcação das fronteiras entre Israel o futuro Estado palestino, a contínua expansão dos assentamentos de Israel na Cisjordânia e a questão do retorno dos refugiados palestinos.

O governo sírio é encarado por Israel como uma ameaça à segurança do país. A Síria é aliada do Irã, o maior inimigo do Estado judeu na região, o que explica as declarações de Peres para pressionar pela saída de Assad. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
IsraelSíriaPeresAssadOriente Médio

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.