Presidente de Mianmar declara estado de emergência

O presidente de Mianmar, Thein Sein, declarou, neste domingo, estado de emergência no estado de Rajin, onde tensões entre budistas e muçulmanos levaram a confrontos e mortes. O discurso de Sein foi televisionado para todo o país. O estado de emergência permite que os militares tenham funções administrativas na área afetada.

Agência Estado

10 de junho de 2012 | 12h05

A declaração do estado de emergência foi feita depois de confrontos registrados na sexta-feira que deixou sete mortos e 17 feridos. Centenas de casas foram queimadas, com a violência se estendendo para sábado e domingo.

O presidente pediu para que as pessoas, os membros religiosos, os partidos políticos e a sociedade civil se unam para que o governo mantenha a lei no país. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Mianmarestado de emergência

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.