Presidente de Portugal aceita demissão de premier

O presidente de Portugal, Jorge Sampaio, aceitou a renúncia do primeiro-ministro Antonio Guterres, um dia depois de o governante do Partido Socialista ter sofrido uma avassaladora derrota nas eleições locais, realizadas no domingo.Em comunicado distribuído hoje, o governo afirmou que realizará reuniões ainda nesta semana com os principais partidos políticos a fim de analisar a situação.O Partido Socialista perdeu as principais prefeituras do país: Lisboa, Porto, Coimbra, Setúbal, Sintra, Cascais e Faro, que antes tinham prefeitos do seu partido. Quando ainda faltavam 2% das localidades para terminar a apuração, de 127 prefeituras, o partido ficou reduzido a 98. Já o Partido Social-Democrata subiu de 127 para mais de 140.Com a aceitação da demissão de Guterres, as novas eleições serão marcadas em até 55 dias. Nesse período, o presidente poderá manter o atual executivo ou nomear um governo interino.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.