Presidente de Portugal marca reunião sobre eleições

O presidente de Portugal, Aníbal Cavaco Silva, marcou para quinta-feira uma importante reunião que decidirá quando ocorrerão as eleições para escolher o novo Parlamento e o novo primeiro-ministro.

ANDRÉ LACHINI, Agência Estado

28 de março de 2011 | 14h00

Cavaco Silva tenta agilizar um processo que começou na semana passada, após o primeiro-ministro José Sócrates ter renunciado, depois que os partidos da oposição rechaçaram um plano de austeridade fiscal apresentado pelos socialistas.

O encontro de Cavaco Silva com o Conselho de Estado - um corpo consultivo, formado pelo atual e os ex-presidentes, bem como o primeiro-ministro, outros políticos, autoridades judiciais e conselheiros indicados - se segue a reuniões do mandatário com os líderes dos principais partidos políticos. Eles disseram ao presidente que não serão de capazes de formar um novo governo sem as eleições.

Após o encontro do conselho, o presidente dissolverá o Parlamento e convocará eleições, que deverão acontecer não antes de 55 dias após o anúncio. Ou seja, se uma eleição for anunciada no final desta semana, ela só poderá ser realizada a partir do final de maio.

A renúncia de Sócrates, oficialmente, ainda não foi aceita. Uma vez que isso aconteça, ele será um primeiro-ministro interino e com poderes limitados até que um novo governo tome posse. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.