Muhammed Muheisen/AP
Muhammed Muheisen/AP

Presidente de Uganda é reeleito

Há 25 anos no poder, Yoweri Museveni obtém 68% dos votos em eleição contestada por principal opositor

, O Estado de S.Paulo

21 de fevereiro de 2011 | 00h00

KAMPALA

O presidente de Uganda, Yoweri Museveni, que governa o país há 25 anos, venceu ontem as eleições presidenciais com 68,3% dos votos, informou a Comissão Eleitoral ugandense. As eleições presidenciais e parlamentares foram as primeiras realizadas pacificamente após mais de 20 anos de uma brutal guerra civil.

O principal adversário de Museveni e seu ex-aliado, Kizza Besigye, teve 26% dos votos e rejeitou os resultados, argumentando que houve fraude durante a votação. "Uma eleição realizada neste ambiente não pode refletir a vontade da população. Por essa razão, rejeitamos o resultado da eleição e rejeitamos a liderança de Yoweri Museveni", disse Besigye em entrevista coletiva. "Está claro que a vontade das pessoas não pode ser expressada por um processo eleitoral neste ambiente político corrupto e repressor."

Horas antes, ele ameaçou convocar protestos nas ruas se tivesse a impressão de que o processo não foi livre e justo. O partido governista foi acusado de usar recursos do Estado para subornar os eleitores.

Confusão. Apesar de a votação no país ter sido pacífica, houve uma série de protestos entre partidários dos candidatos rivais nas eleições parlamentares. O presidente chegou a prometer pôr fim a quaisquer protestos de rua.

Observadores internacionais afirmaram que o processo eleitoral foi marcado por falhas que poderiam ter sido evitadas - como a distribuição de dinheiro e presentes aos eleitores pelo partido de Museveni. / REUTERS

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.