Aaron M. Sprecher/Efe
Aaron M. Sprecher/Efe

Presidente de universidade no Texas lamenta tiroteio desta segunda-feira

O candidato à presidência dos EUA, Mitt Romney voltou a ressaltar que problema não é a posse de armas

estadão.com.br,

13 de agosto de 2012 | 19h02

TEXAS - O presidente da A&M University, no Texas, R. Bowen Loftin, lamentou o incidente ocorrido nesta segunda-feira, 13, próximo ao campus da universidade. Um atirador não identificado deixou três pessoas mortas e outras feridas.

Veja também:

link Dois são mortos por atirador em campus universitário no Texas

Em nota publicada no site da universidade, Loftin se solidarizou com familiares das vítimas. "Nós estamos profundamente tristes de saber da morte de três pessoas, incluindo um policial. Meus pensamentos e preces, assim como os de toda a nossa comunidade, estão com as famílias e amigos próximos daqueles que morreram tão tragicamente, daqueles que foram feridos e de qualquer outra pessoa que tenha sido impactada pelo ato de violência. Todos nós faremos o que pudermos, hoje e nos próximos dias, para ajudar a diminuir a dor, tensões e preocupações de todos os afetados".

Venda de armas

Horas após o ocorrido, o candidato republicano à presidência dos EUA, Mitt Romney, afirmou que ampliar leis que restrinjam a pose de armas não é a resposta para a recente onda de titoteios que deixaram várias pessoas mortas no país. Romney ressaltou que o problema não são as armas, mas a decisão de algumas pessoas de usá-las contra outras pessoas.

Com AP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.