Presidente diz que o Irã não abre mão de seus direitos nucleares

O presidente iraniano, Mahmoud Ahmadinejad, insistiu nesta sábado, 26, em que seu país não renunciará a "seus direitos nucleares", após reiterar que o programa do Irã tem fins pacíficos.Ahmadinejad expressou sua posição em discurso durante a inauguração de uma central para a produção de água pesada na região de Arak, ao sudoeste de Teerã, segundo a TV estatal.O presidente também reafirmou que o Irã não constitui ameaça para os Estados da região, incluindo Israel, país que Teerã não reconhece."Devem aceitar a realidade de um Irã potente, pacífico e desenvolvido. É algo que pode servir a todos os povos e Governos da região", disse o ultraconservador Ahmadinejad, em alusão às pressões da comunidade internacional sobre o Irã em relação a suas atividades nucleares.O presidente acrescentou que o "Irã não é uma ameaça para ninguém, nem sequer para o regime sionista (Israel)", país que qualificou de "inimigo dos povos da região".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.