Presidente do Afeganistão pede nova data para eleição

O presidente do Afeganistão, Hamid Karzai, emitiu um decreto pedindo que a comissão de eleições do país estabeleça uma nova data para a eleição presidencial, colocando sob questão a decisão da comissão de realizar eleições no dia 20 de agosto. No breve comunicado, Karzai não deu uma nova data para a votação, mas afirmou que a comissão deve seguir a constituição afegã, que exige eleições entre 30 e 60 dias antes de 22 de maio, dia em que termina o mandato de cinco anos de Karzai.Em janeiro, a comissão afirmou que a eleição presidencial seria realizada em 20 de agosto, mas muitos membros do Parlamento disseram que Karzai seria um presidente ilegítimo caso permanecesse no poder depois de 22 de maio. No entanto, monitores internacionais afirmam que será difícil, se não impossível, realizar eleições válidas dentro do prazo entre março e abril por causa de preocupações com segurança, clima e questões logísticas, como a distribuição de urnas.O Afeganistão vem sendo atormentado por ataques de militantes e homens-bomba desde que a invasão liderada pelos Estados Unidos tirou do poder o grupo islâmico extremista Taleban, em 2001. A insurgência do Taleban tem crescido nos últimos anos, ganhando maior controle sobre regiões do sul do país. O ano passado foi o mais mortal para as tropas dos EUA no Afeganistão desde a invasão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.