Presidente do Afeganistão 'proíbe' bombardeios da Otan

O presidente do Afeganistão, Hamid Karzai, afirmou nesta terça-feira que não irá mais permitir ataques aéreos da Otan sobre casas afegãs, pois eles têm causado a morte acidental de muitos civis. Segundo ele, o ataque da semana passada, que erradamente matou 14 crianças e mulheres numa cidade do sul do país, foi o último. Este foi o mais forte pronunciamento de Karzai, que prometeu tratar a Otan como "força de ocupação" em caso de novos bombardeios contra civis. Já a coalizão internacional diz que as incursões aéreas são necessárias na guerra contra os terroristas do Taleban.

AP, Agência Estado

31 de maio de 2011 | 04h33

Tudo o que sabemos sobre:
AfeganistãoKarzaiOtanbombardeios

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.