Presidente do BoE vê riscos no mercado imobiliário

O presidente do Banco da Inglaterra (BoE, na sigla em inglês), Mark Carney, alertou neste domingo para os riscos do mercado imobiliário do Reino Unido, que tem registrado inflação anual de dois dígitos. Em entrevista à TV Sky News, Carney contudo reforçou a mensagem de que o BOE está preparado para agir caso haja qualquer ameaça à estabilidade financeira do setor.

Agência Estado

18 Maio 2014 | 10h05

Segundo o executivo, o problema fundamental no mercado imobiliário britânico é que,

enquanto a demanda está em alta, o número de novas propriedades construídas a cada ano é ainda baixo para os padrões internacionais. "Quando olhamos para o cenário doméstico, os maiores riscos para a estabilidade financeira e

portanto, para a durabilidade da expansão econômica, giram em torno do mercado imobiliário", disse Carney. Canadense, Carney comparou o mercado britânico ao mesmo setor no seu país de origem: "O Canadá tem metade da população do Reino Unido e constrói o dobro de casas a cada ano".

Carney lembrou, no entanto, que o BOE não tem poder para influenciar a construção civil. "(O que o BoE pode influenciar) é se os bancos estão fortes o suficiente para suportar os riscos no mercado imobiliário e em um cenário no qual as pessoas tomem hipotecas que possam pagar." Dessa forma, disse o executivo, o banco pode ajudar a reduzir os riscos no setor imobiliário, que ainda sofre com "profundos problemas estruturais". Fonte: Market News International.

Mais conteúdo sobre:
Reino Unido mercado imobiliário

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.