Francesco Degasperi/AFP
Francesco Degasperi/AFP

Presidente do Chile promulgará na sexta-feira lei de saques de fundos de pensão

Sebastián Piñera desistiu de recorrer a um veto ou revisão pelo Tribunal Constitucional

Redação, O Estado de S.Paulo

23 de julho de 2020 | 21h54

SANTIAGO - O presidente do Chile, Sebastián Piñera, anunciou que promulgará na sexta-feira, 24, a lei que permite o saque antecipado de 10% dos fundos de pensão aprovado pelo Congresso, desistindo, assim, de recorrer a um veto ou à sua revisão pelo Tribunal Constitucional.

"A decisão do presidente de promulgar esta reforma constitucional obedece à sua intenção e vontade - em vista da difícil situação econômica e social que muitas famílias e compatriotas vivem - de facilitar e agilizar o saque destes fundos de economia provisórios pelas pessoas habilitadas", anunciou em um comunicado a Presidência chilena, divulgado ao fim da tarde desta quinta-feira, 23, horas depois de uma aprovação histórica e contundente no Congresso. /AFP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.