Presidente do Chile visita tropas no Haiti

O presidente do Chile, Ricardo Lagos, chegou ao porto de Cap-Haitien, no norte do Haiti, e pediu às centenas de soldados chilenos que fazem parte da força de paz da ONU, chefiada pelo Brasil, que levem esperança à nação mais pobre das Américas. Lagos fez seu discurso para as tropas numa marina convertida em complexo militar. ?Temos a responsabilidade de ajudar nossos amigos na região?, disse ele à Associated Press, mais tarde. ?Segurança é importante, mas também é importante ajudar a trazer esperança?.Lagos prometeu enviar 80 engenheiros militares chilenos ao Haiti para reconstruir a infra-estrutura do país e 36 policiais para treinar a polícia haitiana. O presidente também apresentou um carregamento de ajuda humanitária chilena que chegara ao porto de Cap-Haitien. Lagos estava ao lado do general brasileiro Augusto Heleno, comandante da força internacional, e diante de sacas de arroz e latas de extrato de tomate. O carregamento, que será distribuído por agências de caridade, contém 22 toneladas de comida e 10 toneladas de tendas, cobertores e material médico.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.