Presidente do Egito deve renunciar hoje, diz NBC

O presidente do Egito, Hosni Mubarak, deve renunciar ao poder na noite de hoje (horário local), informou a rede norte-americana NBC, citando duas fontes do escritório presidencial. O secretário-geral do governista Partido Nacional Democrático, Hossam Badrawi, disse em entrevista à rede BBC que Mubarak poderia "responder às demandas do povo até amanhã".

AE, Agência Estado

10 de fevereiro de 2011 | 13h56

No poder desde 1981, Mubarak já anunciou que não pretende concorrer à reeleição em setembro. Os manifestantes exigem, porém, sua renúncia imediata. "Eu espero que o presidente responda às demandas do povo, porque o que importa para ele no final é a estabilidade do país. O posto não é importante para ele", disse o secretário-geral. Badrawi não especificou se estava se referindo à renúncia de Mubarak. Um importante militar, pedindo anonimato, afirmou que "nós estamos esperando por ordens que deixarão o povo feliz".

Badrawi disse "esperar" que Mubarak transfira o poder para o vice-presidente, Omar Suleiman. A rede NBC afirmou, citando as fontes no palácio presidencial, que Suleiman assumirá o poder. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
EgitoprotestosMubarakrenúncia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.