Presidente do Iêmen retornará ao país em breve, diz autoridade

Apesar da afirmação do vice-ministro da Informação, autoridade saudita disse que Saleh não voltará

estadão.com.br,

17 de junho de 2011 | 11h38

SANAA - O presidente do Iêmen, Ali Abdullah Saleh, deve retornar ao país nos próximos dias, de acordo com informação divulgada por uma autoridade nesta sexta-feira, 17.

"O gabinete da presidência confirmou que Saleh vai retornar ao país nos próximos dias", afirmou o vice-ministro da Informação, Abdu al-Janadi. Entretanto, Al-Janadi não especificou uma data para a volta do presidente.

 

Entretanto, segundo a AFP, uma autoridade da Arábia Saudita, onde Saleh se recupera do ataque, informou nesta sexta-feira que o presidente não voltará ao país. "O presidente iemenita não retornará ao Iêmen", afirmou a autoridade saudita, pedindo anonimato.

 

Ataque

 

No dia 3 de junho, o palácio presidencial do Iêmen foi atacado por tribos rebeldes. O presidente Ali Abdullah Saleh e outros oito membros do governo ficaram feridos. Sete pessoas morreram na ação, a mais ousada da oposição desde o início dos protestos pela queda do ditador, que está há 33 anos no poder.

 

Saleh foi encaminhado de avião para a Arábia Saudita. Ele precisou ser submetido a uma cirurgia e se recupera bem, mas seu estado de saúde é considerado delicado.

 

Com Reuters

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.