Presidente do Irã diz que acata decisão da ONU

Mahmoud Ahmadinejad, presidente do Irã, disse nesta sexta-feira, em Jacarta, na Indonésia, que vai acatar a decisão das Nações Unidas sobre o programa nuclear de seu país, se a entidade agir de acordo com a legislação internacional. "Se a decisão não estiver alinhada com as leis, o Irã não vai aceitar", ressaltou o dirigente, que está em visita oficial à Indonésia. Os Estados Unidos defendem uma resolução da ONU prevendo a adoção de sanções econômicas caso o Irã não interrompa imediatamente o enriquecimento de urânio. No entanto, Ahmadinejad quer que a comunidade internacional reconheça o direito de seu país de desenvolver tecnologia nuclear pacífica.A Indonésia, país com a maior comunidade islâmica do mundo, também pretende desenvolver energia nuclear com fins pacíficos e apóia o Irã."Achamos que todos os países independentes nos apoiarão", disse o líder iraniano. Ahmadinejad espera conseguir o apoio do D-8 (grupo dos oito países em desenvolvimento de maioria islâmica) durante a cúpula do grupo, que começa nesta sexta-feira, na ilha indonésia de Bali.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.