Presidência do Irã / EFE
Presidência do Irã / EFE

Presidente do Irã pode não ir à Assembleia Geral da ONU por falta de visto americano

Viagem de Hassan Rohani corre risco de ser cancelada, já que documento ainda não foi entregue pelo governo dos Estados Unidos

Redação, O Estado de S.Paulo

18 de setembro de 2019 | 11h51

TEERÃ - A viagem do presidente do Irã, Hassan Rohani, a Nova York para participar da Assembleia Geral da ONU pode ser cancelada, já que ele não recebeu o visto que deveria ser concedido pelo governo americano, informou a agência oficial iraniana Irna.

A delegação iraniana que deveria viajar a Nova York para preparar a chegada de Rohani ainda não conseguiu sair do país por não ter recebido os vistos, segundo a agência. A Assembleia Geral da ONU terá início no dia 24 de setembro.

O ministro iraniano das Relações Exteriores, Mohamad Javad Zarif, programou a viagem de Teerã a Nova York para 20 de setembro, três dias antes da data prevista para o deslocamento de Rohani.

"Mas, se os vistos não forem entregues nas próximas horas, a viagem (dos dois líderes) provavelmente será cancelada", acrescentou a agência.

Deslocamentos limitados

Em julho, a ONU criticou o governo dos Estados Unidos por ter concedido a Zarif um visto que limita drasticamente seus deslocamentos em Nova York.

O cancelamento da viagem de Rohani acabaria com os esforços diplomáticos feitos durante a reunião do G-7 de Biarritz, na França, para conseguir uma reunião em Nova York entre o presidente iraniano e o anfitrião, Donald Trump.

O encontro já era considerado incerto desde os ataques contra instalações de petróleo na Arábia Saudita no sábado. / AFP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.