Presidente do Irã quer se reeleger

O presidente do Irã, Mohammad Khatami, 58 anos, líder do movimento reformista, anunciou nesta sexta-feira que vai tentar se reeleger nas eleições marcadas para o próximo dia 8 de junho. Espera-se que o popular presidente derrote com facilidade os outros candidatos conservadores iranianos, na corrida por um mandato de mais quatro anos.Khatami chegou ao escritório de registro do Ministério do Interior em Teerã às 11h30 da manhã (4 horas, pelo horário de Brasília) para preencher o formulário e poder concorrer. Depois do registro, todos os candidatos são examinados pelo Conselho Guardião, uma entidade conservadora do Irã, que costuma desqualificar muitos candidatos reformistas.Para poderem se candidatar, os canditatos precisam estar envolvidos com a política ou religião iraniana, além de serem muçulmanos e "fiéis às causas da República Islâmica". Pelo menos 135 pessoas tentaram se registrar, incluindo duas mulheres.Disputa - A votação do próximo dia 8 de junho promete ser uma disputa entre os políticos reformistas e conservadores, que perderam a maioria - e o controle - do Parlamento nas eleições do ano passado. Entre os 62 milhões de iranianos, 42 milhões podem votar. Os conservadores têm tomado medidas impopulares, como o fechamenot de mais de 30 jornais pró-democracia durante os últimos 12 mesese e prenderam vários jornalistas, escritores e ativistas políticos. No mês passado, 42 integrantes do Movimento da Liberdade foram presos pela acusação de tentar destruir a instituição islâmica.O programa de Khatami, que relaxa o estrito código social iraniano e promete mais liberdade política é amplamente popular. A oposição, porém, considera o programa de Khatami uma traição aos princípios da Revolução Islâmica, de 1979. O judiciário, as Forças Armadas, e a imprensa estatal são controladas pelos conservadores, que seguem as orientações do Aiatolá Ali Khamenei, que tem a última palavra em todos os assuntos. Por conseqüência, o presidente não tem praticamente nenhum poder executivo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.