Ali Haider/Efe
Ali Haider/Efe

Presidente do Iraque é internado após sofrer AVC

Segundo a Constituição, Parlamento deve eleger um novo presidente se o cargo ficar vago

Reuters,

18 de dezembro de 2012 | 08h40

(Texto atualizado às 15h20) BAGDÁ - O presidente iraquiano, Jalal Talabani, um curdo que tem feito a mediação entre partidos xiitas, sunitas e curdos do país, foi internado depois de sofrer um acidente vascular cerebral (AVC) que o deixou em "estado crítico, mas estável", disseram fontes do governo nesta terça-feira, 18.

O gabinete de Talabani disse que o presidente foi internado em um hospital de Bagdá na noite de segunda-feira e que o presidente, de 79 anos, estava em condições estáveis sob vigilância médica intensiva após receber tratamento para artérias bloqueadas. O primeiro-ministro, Nuri al-Maliki, visitou o presidente no hospital em Bagdá nesta terça-feira.

"Ele foi transferido para o hospital na noite passada, depois de sofrer um acidente vascular cerebral", informou um oficial curdo. Talabani vinha sofrendo de problemas de saúde este ano e recebeu tratamento médico no exterior várias vezes nos últimos dois anos.

Se Talabani ficar incapacitado, o Iraque perderia um negociador influente que muitas vezes entrou em cena para aliviar as tensões no frágil governo de partilha de poder e entre o governo central e a região autônoma do Curdistão.

Segundo a Constituição do Iraque, o Parlamento deve eleger um novo presidente se o cargo ficar vago. Dentro do acordo de partilha do poder do Iraque, a presidência deve ir a um curdo, enquanto duas posições de vice-presidente são compartilhadas por um muçulmano sunita e um xiita.

Talabani recentemente ajudou a aliviar um impasse militar entre o governo central de Maliki e o presidente do Curdistão, Masoud Barzani, em uma disputa sobre direitos de campos de petróleo e limites internos. Ambas as regiões enviaram tropas para reforçar posições ao longo de sua fronteira interna.

Um veterano da guerrilha curda, Talabani sobreviveu a guerras, exílio e lutas no norte do Iraque para se tornar o primeiro presidente curdo do país poucos anos após a invasão de 2003 que derrubou Saddam Hussein.

Mais conteúdo sobre:
IraqueJalal TalabaniAVC

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.