Presidente do Líbano nomeia de novo Hariri como premiê

O presidente do Líbano, Michel Suleiman, deu hoje a Saad Hariri, líder da maioria no Parlamento do país, uma segunda chance para formar um governo. Na tentativa anterior, o bloco liderado pelo grupo militante xiita Hezbollah impediu que ele tivesse sucesso na composição do gabinete. O presidente libanês apontou novamente Hariri como primeiro-ministro designado. Não está claro, porém, se a medida pode tirar o país do impasse vivido há três meses.

AE-AP, Agencia Estado

16 de setembro de 2009 | 10h54

Suleiman fez a nomeação após dois dias de consultas a parlamentares, que demonstraram ainda querer Hariri como primeiro-ministro. A coalizão de Hariri, pró-Ocidente, derrotou uma aliança liderada pelo Hezbollah em eleições em junho, mas fracassou para garantir parlamentares suficientes para governar sozinha. Ele tentou durante semanas formar um governo de união nacional, que incluiria o bloco do Hezbollah. Porém abandonou os esforços após a lista do gabinete ser rejeitada, na semana passada.

Tudo o que sabemos sobre:
LíbanoHariripremiê

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.