Presidente do Paquistão quer tropa islâmica no Iraque

O presidente do Paquistão, Pervez Musharraf, disse que gostaria de ver uma força muçulmana reunida para agir no Iraque, com as bênçãos das Nações Unidas ou de um organismo islâmico internacional. Tropas de países islâmicos viriam a diversificar a força de ocupação liderada pelos EUA. Numa entrevista exclusiva à Associated Press, Musharraf disse que é importante que as tropas paquistanesas que venham a atuar no Iraque não sejam vistas pela opinião pública do Paquistão como parte da força de ocupação. ?Tudo é percepção?, disse, ressaltando que sem uma nova resolução da ONU será impossível obter apoio político interno para mandar soldados ao Iraque.

Agencia Estado,

24 Setembro 2003 | 16h22

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.