Presidente do Paraguai afasta alto comando militar

Nicanor Duarte, presidente do Paraguai, afastou os comandantes do Exército, Marinha e Aeronáutica e outros altos comandantes nas mudanças mais importantes que fez desde sua chegada ao poder, em agosto de 2003. O ministro da Defesa, Roberto González, anunciou em entrevista coletiva que o novo comandante interino do Exército é o general-de-brigada Cecilio Pérez Bordón, que substituirá o general Rubén Alberto Alviso González. Duarte, na qualidade de comandante-em-chefe das Forças Armadas, designou o contra-almirante Vidal Villalba Vega comandante da Marinha no lugar do contra-almirante Miguel Angel Caballero Dellaloggia. Alviso González e Caballero Dellaloggia tinham assumido em junho de 2005 na primeira mudança feita pelo chefe de Estado, que para a Aeronáutica nomeou o general-de-brigada Humberto Gregor no lugar do general do ar Roberto Vera. Caballero Dellaloggia continuará como chefe do Comando Logístico e substituirá o general-de-divisão Leonor Villamayor, segundo González. O ministro da Defesa, que compareceu à entrevista juntamente com o comandante das Forças Militares, general José Key Kanazawa, número um da milícia paraguaia afirmou que as demissões atingiram outros comandantes de escalões inferiores.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.