Presidente do Parlamento é proclamado líder interino da Tunísia

Espaço aéreo do país já foi reaberto; principal estação de trem foi totalmente destruída

Efe e Associated Press

15 de janeiro de 2011 | 08h58

Túnis amanheceu sob forte esquema de segurança após confrontos. Foto: Zohra Bensemra/Reuters

 

 

TÚNIS - O presidente do Parlamento da Tunísia, Fued Mebaza, foi proclamado neste sábado presidente interino do país pelo Conselho Constitucional, descartando assim a possibilidade de o líder foragido Zine el Abidine Ben Ali voltar ao poder, anunciou a agência de notícias oficial "TAP".

 

Veja também:

linkObama pede eleições livres na Tunísia 

link Governo interino monta esquema de segurança

blog Por que os tunisianos conseguiram e o Irã, não

 

O espaço aéreo tunisiano e todos os aeroportos do país já foram reabertos, em meio à crise política e aos distúrbios que afetam o país, anunciou o Escritório Nacional de Aviação Civil em comunicado.

 

A capital do país, Túnis, amanheceu com lojas saqueadas e grande destruição em suas ruas, após a saída do presidente Zine El Abidine Ben Ali do país.

 

A principal estação de trem da cidade foi completamente destruída por um incêndio provocado por manifestantes. O estrago só pode ser visto após o final do toque de recolher.

 

Forças de segurança encontram nas ruas para impedir quaisquer protestos violentos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.