Presidente do Parlamento iraquiano pode renunciar

O parlamentar xiita Ridha Jwad Taqi afirmou hoje que o presidente do Parlamento indicou que renunciará. Com isso, Mahmoud al-Mashhadani encerraria um impasse que impede a votação de uma lei para regulamentar a permanência de tropas estrangeiras não-americanas no Iraque. Taqi disse em entrevista que Al-Mashhadani renunciaria, mas em troca gostaria de ser nomeado chefe de uma associação de direitos humanos. Além disso, quer que seu sucessor no comando do Parlamento seja do Partido Islâmico Iraquiano Sunita. O posto é geralmente ocupado por um muçulmano sunita. Parlamentares curdos e xiitas estabeleceram o dia de hoje como prazo para o deputado renunciar ou ameaçavam votar sua saída do posto.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.