Presidente do Peru demonstra apoio aos mineiros do Chile

33 trabalhadores estão presos em uma mina do norte do país há 17 dias

Efe

23 de agosto de 2010 | 02h46

LIMA - O presidente peruano, Alan García, expressou neste domingo a seu colega chileno, Sebastián Piñera, sua solidariedade e satisfação por ter sido confirmado que os 33 mineiros presos há 17 dias em uma mina do norte desse país estão vivos.

A mensagem foi transmitida através de uma conversa por telefone desde a residência do embaixador do Chile em Lima, Fabio Vío, para onde foi García junto com seu chanceler, José Antonio García Belaúnde, informou o escritório de imprensa da Presidência peruana.

Além disso o presidente peruano manifestou a Piñera suas condolências pela morte de seu sogro Eduardo Morel, pai da primeira-dama Cecilia de Piñera.

Tudo o que sabemos sobre:
Peru, Chile, apoio, mineiros

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.