Presidente do PT vai a Caracas apoiar Maduro

Enquanto o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva defende o diálogo entre Nicolás Maduro e a oposição e Dilma Rousseff tenta intermediar uma negociação, o presidente nacional do PT, Rui Falcão, embarca hoje para Caracas como integrante de um grupo que classifica o atual momento da Venezuela como obra da "violência fascista" de "setores minoritários da extrema direita" e acusa os EUA de "agressões políticas" contra Caracas.

Ricardo Galhardo, O Estado de S.Paulo

14 de março de 2014 | 02h03

Falcão e a secretária nacional de Relações Institucionais do PT, Monica Valente (mulher do ex-tesoureiro do partido Delúbio Soares), fazem parte de uma comitiva do Foro de São Paulo que se encontrará com Maduro e com o chanceler venezuelano, Elías Jaua, amanhã, em Caracas, para prestar solidariedade ao governo chavista.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.