Presidente do Timor Leste é baleado em casa

José Ramos Horta foi atingido na barriga, mas não se sabe seu estado de saúde; soldado é morto

BBC Brasil

10 de fevereiro de 2008 | 22h39

O presidente do Timor Leste e Prêmio Nobel da Paz de 1996, José Ramos Horta, foi ferido a tiros em um ataque em sua casa na capital do país, Dili, nesta segunda-feira, 11. O ataque teria ocorrido de manhã. Segundo um porta-voz do Exército, um tiroteio começou depois que dois carros passaram perto da cada do presidente.   Há informações de que Ramos Horta foi ferido na barriga. Até as 22h15 deste domingo, 10, hora de Brasília, não estava claro qual era o seu estado de saúde. Um soldado rebelde, Alfredo Reinaldo, foi morto a tiros pelos guardas do presidente durante o ataque.   Em novembro passado, Reinaldo havia ameaçado usar a força contra o governo, depois de ter sido indiciado por envolvimento em confrontos iniciados em abril do ano passado e que levaram à morte 37 pessoas no Timor Leste.   Ramos Horta ganhou destaque em sua campanha contra o domínio indonésio no Timor Leste. Soldados da Indonésia invadiram o território depois que Portugal se retirou de sua ex-colônia em 1975, e o Timor Leste só ganharia independência em 2002.   O presidente levou o Nobel da Paz de 1996 juntamente com o bispo Carlos Ximenes Belo.

Mais conteúdo sobre:
Timor LesteAtentado

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.