Presidente do Uruguai nomeia ex-guerrilheiro ministro da Justiça

Ex-integrantes dos Tupamaros, Eleuterio Fernández diz ser um 'soldado e um militante' de Mujica.

Marcia Carmo, BBC

15 de julho de 2011 | 22h24

O presidente do Uruguai, José 'Pepe' Mujica, nomeou nesta sexta-feira o ex-senador e ex-guerrilheiro Eleuterio Fernández Huidobro, 69 anos, para o cargo de ministro da Defesa.

"Quero comunicar que a partir de segunda-feira o novo ministro da Defesa será Eleutério Fernández Huidobro", disse Mujica à imprensa local.

"Sou um soldado e um militante (do governo Mujica), e estou às ordens do presidente", disse o ex-senador ao site do jornal El Observador, de Montevidéu.

Em maio passado, Fernández renunciou à cadeira de senador, cujo mandato iria até 2015, em protesto contra a iniciativa dos seus colegas da base governista Frente Ampla pelo fim da lei de anistia para os crimes cometidos por militares durante a ditadura no país, entre 1973 e 1985.

"Não quero ser responsável por um erro político", disse, na ocasião. No seu entendimento, a anulação de artigos da chamada "Lei de Caducidade" seria inconstitucional, já que os uruguaios a ratificaram em dois plebiscitos, em 1989 e em 2009.

Tupamaros

Junto com Mujica, Fernández foi um dos líderes do grupo guerrilheiro Movimento de Libertação Nacional - Tupamaros e fez parte da lista dos 13 rebeldes chamados de "reféns" durante a ditadura.

Os "reféns" foram mantidos durante anos sob a custódia dos militares, em regime de isolamento, e foram jurados de morte caso integrantes do grupo realizassem ações contra o governo.

O novo ministro da Defesa ficou preso primeiramente entre 1969 e 1971, e depois entre 1972 e 1985.

Fernández é autor de livros sobre o período ditatorial do Uruguai. Um deles, Memorias del Calabozo ("Memórias do Calabouço"), fala sobre os seus anos na prisão.

Outro, La Fuga de Punta Carretas ("A Fuga de Punta Carretas"), aborda a fuga, junto com mais de cem presos, entre eles Mujica, do presídio de Punta Carretas, na capital uruguaia, em 1971. Hoje, o local é um dos principais shopping centers de Montevidéu.

O ex-ministro da Defesa, Luis Rosadilla, deixou o cargo, oficialmente, por problemas de saúde, devendo reassumir sua cadeira no Senado.BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.