REUTERS/Maxim Shemetov
REUTERS/Maxim Shemetov

Islam Karimov, presidente do Usbequistão, morre aos 78 anos

Político estava internado desde sábado; autoridades haviam confirmado que a saúde do líder estava deteriorada

O Estado de S.Paulo

02 Setembro 2016 | 10h54

ALMATY, CASAQUISTÃO - O presidente do Usbequistão, Islam Karimov, morreu nesta sexta-feira, 2, após sofrer um acidente vascular cerebral aos 78 anos, segundo fontes diplomáticas. O político estava internado em um hospital desde sábado. Ainda não se sabe quem o sucederá na liderança do país mais populoso da Ásia Central.

O governo do país não confirmou imediatamente a morte de Karimov. Mais cedo na sexta-feira, autoridades haviam informado em um comunicado que a saúde do presidente estava se deteriorando.

Muito criticado pelo ocidente e por grupos de direitos humanos por seu estilo autoritário de liderar, Karimov governava o Usbequistão desde 1989, primeiro como chefe do Partido Comunista local e depois como presidente da república recém-independente.

O líder não havia designado um sucessor para o cargo. Analistas dizem que a transição de poder é comumente decidida a portas fechadas por um pequeno grupo de oficiais e membros da família.

O primeiro-ministro da Turquia, Binali Yildirim, ofereceu suas condolências ao país. “O presidente do Usbesquistão, Islam Karimov, morreu. Que a misericórdia de Deus esteja com ele. Como república turca, compartilhamos a dor e o sofrimento do povo usbeque”, disse o premiê em uma reunião com seu gabinete. / Reuters

Mais conteúdo sobre:
MorteÁsia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.