Presidente do Zimbábue proíbe guardar dinheiro

O presidente do Zimbábue, Robert Mugabe, passou por cima do Parlamento e decidiu proibir a ?acumulação? de dinheiro, a fim de combater a crise monetária do país, informa a imprensa local. O ministro das Finanças, Herbert Murerwa, disse que o presidente sancionou a lei sem submetê-la antes ao Legislativo por causa da urgência da questão.Murerwa disse que qualquer pessoa flagrada acumulando dinheiro seria punida, mas não foi capaz de esclarecer qual o limite de capitalização permitido, ou quais as penas previstas. Os bancos do país dizem não ter sido avisados e se declaram ?mistificados? sobre como a medida poderia ser aplicada. O país enfrenta sua pior crise econômica desde a independência em 1980, com a inflação oficial acima dos 370%. A taxa no mercado negro de bens de primeira necessidade chega a 700%. A falta de moeda local é atribuída à inflação, à incapacidade do Banco Central de imprimir notas com a rapidez necessária e ao acúmulo de papel-moeda pelas pessoas, incertas quanto ao destino da economia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.