Presidente é capa da 'Newsweek' americana

A presidente Dilma Rousseff ganhou a capa da edição americana da revista Newsweek. É a primeira vez que o Brasil consegue tal destaque: o então presidente Luiz Inácio Lula da Silva tinha sido capa da revista em setembro de 2009, mas na edição internacional. Com a chamada "Onde as mulheres estão vencendo", Dilma é o destaque da edição. A reportagem cita o atraso nas obras da Copa do Mundo de 2014 e os escândalos que "custaram a ela cinco ministros", mas destaca a política econômica e o crescimento do País. "Ninguém espera que o Brasil salve a Grécia", diz, sobre a oferta dos integrantes do Bric - Brasil, Rússia, Índia e China - de usar parte das reservas internacionais para comprar títulos da dívida de países da zona do euro. "Mas quem poderia imaginar isso de um país que há 15 anos era um elo frágil na ordem financeira mundial?". Sobre o perfil da presidente, a revista diz que Dilma "nunca foi a inocente política que os adversários julgavam ser". "Ela era uma novata, mais conhecida por seu passado como guerrilheira marxista", mas "carimbou seu estilo discreto no país de Lula". Na terça-feira, Dilma receberá em Nova York o prêmio de Serviço Público do Centro Woodrow Wilson, presidido pela ex-deputada Jane Harman, diretora da Newsweek.

, O Estado de S.Paulo

18 Setembro 2011 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.