AP
AP

Presidente egípcio afasta o ministro da defesa e nomeia um vice-presidente

Mohammed Morsi também cancelou as emendas constitucionais que dão amplos poderes aos generais

AP,

12 de agosto de 2012 | 12h28

Um porta-voz disse que o presidente do Egito ordenou o afastamento do Ministro da Defesa e cancelou as emendas constitucionais que dão amplos poderes aos generais.

O presidente Mohamed Morsi também indicou um juiz, Mahmoud Mekki, como vice-presidente.

As decisões anunciadas neste domingo, 12, são imediatas. O porta-voz Yasser Ali disse que o presidente indicou Abdel-Fattah el-Sissi como o novo Ministro da Defesa.

Ele substitui Hussein Tantawi, que liderava o conselho militar que governou o Egito por 17 meses após a saída de Hosni Mubarak do poder em fevereiro de 2011.

O número 2 do conselho militar, Sami Ennan, também foi afastado.

Notícias relacionadas
    Tudo o que sabemos sobre:
    EgitoMorsi

    Encontrou algum erro? Entre em contato

    Tendências:

    O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.