Presidente egípcio pode adiar referendo sobre Constituição, diz TV

O vice-presidente egípcio, Mahmoud Mekky, disse nesta sexta-feira que o presidente estaria pronto para adiar um referendo sobre o projeto de uma nova Constituição, criticado pela oposição liberal, se puder ser feito de uma forma que evite contestações judiciais.

Reuters

07 de dezembro de 2012 | 17h38

Seus comentários foram transmitidos pela emissora de TV egípcia privada CBC.

Uma das exigências da oposição ao presidente do país, Mohamed Mursi, é que ele suspenda o referendo sobre uma Constituição que ele apoiou por meio de uma assembleia dominada por islâmicos, que seria então levada a referendo no dia 15. A oposição também listou outras condições para participar de um diálogo nacional com Mursi.

(Reportagem de Yasmine Saleh)

Tudo o que sabemos sobre:
EGITOREFERENDOADIAR*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.