Presidente escapa ileso de atentado

Um ataque lançado com cinco morteiros ao palácio do governo da Somália feriu ontem pelo menos cinco pessoas, mas o presidente interino, Abdullahi Yusuf, não foi atingido. A suspeita do governo é a de que o ataque foi promovido por rebeldes islâmicos do movimento que tomou o poder na capital Mogadíscio em 2006 e acabou deposto.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.